Wedding Post Parte II – Dicas!

Como prometido, um post com algumas dicas práticas sobre casamento. Pretendo não me alongar muito até porque como disse no outro post, alguns blogs especializados orientam super bem e conversar com amigas que passaram por isso também ajuda. O importante é SEMPRE seguir o estilo dos noivos e saber que suas possibilidades são infinitas!

-Para mim, o importante num casamento é o ritual, e muitas vezes esquecemos o que isso significa. Esse ritual pode ser em uma igreja, de qualquer religião, em casa, para poucos, em um almoço de família, ou em Las Vegas, com o noivo vestido de Elvis e a noiva de Britney Spears com um guarda chuva no lugar de um buquet.

-Defina a lista. Pessoas famosas, celebridades mundiais, mega empresarios, sheiks e etc normalmente não tem mais do que 200 pessoas no casamento. Casamento é SIM algo íntimo, não é show. Logo no começo, quando eu estava surtando, li uma entrevista da Constanza Pascolato que foi essencial, dizendo que ela não entendia essa moda de colocar 500, 700 pessoas num casamento. Isso é reunião corporativa, business. Pense: de TODAS as pessoas que você conhece, quantas REALMENTE desejam a sua felicidade e do seu noivo? Quantas pessoas conhecem vocês e são essenciais no casamento? Quantas iriam só pela boca livre sem nem querer saber de vocês?

-Casamentos na praia ou no interior podem ser uma faca de 2 gumes. No interior o espaço e a igreja podem ser mais baratos, mas deslocar fornecedores da capital por exemplo, pode trazer um custo a mais

– Casar em dia de semana, também barateia. Dependendo do lugar há até uma diferença entre sexta e sábado. Houve uma época onde chique era se casar na segunda, na terça terça… Ainda acho mega chique, é coisa tipo “olha como somos phynos, podemos festejar às segundas pois não temos que bater cartão às 7hs da manhã!”

– Você tem diversas opções para gastar menos e ser chique: fazer uma recepção estilo bolo com champagne no salão da igreja, casar no próprio espaço onde será a festa, trocar um coral inteiro por alguns violinos, fazer a recepção em algum restaurante ao invés de um espaço de eventos…

-Fazer um primeiro aluguel do seu vestido de noiva não é vergonha alguma. Pelo contrário, anda bem em alta, afinal, ninguém mais tem paciência de ficar anos guardando uma caixa enorme com um trambolho dentro (desculpa, mas vira um trambolho mesmo!). Mas também minha nêga, se você tiver problemas em falar isso, simplesmente não fale. Afinal ninguém tem nada a ver com a procedência do seu vestido.

-O tipo de comida e o modo a ser servido também muda o preço. Hoje em dia por exemplo você tem a opção de fazer o chamado finger food (cuidado para seus convidados não irem embora da sua festa procurando o primeiro Mc Donals que aparecer!), o menu degustação (onde a comida é servida em cumbucas ou potes e não necessariamente a pessoa precisa estar sentada pra comer.)

-É possível fazer um bolo “falso” para tirar fotos e brindar. Pesquise, não compre pela etiqueta afinal mesmo que a pessoa tenha MUITO dinheiro, não faz sentido gastar por exemplo R$800,00 no ALUGUEL de um bolo falso.

– Como já disse (ou pelo menos ACHO que disse) não é certo nem educado as pessoas sairem com 6 bem casados dentro da bolsa. Calcule 2 por pessoa e coloque uma copeira do próprio buffet para distribuí-los na saída.

-Seu convite NÃO precisa ser um pergaminho com 3 metros de comprimento. Também não precisa ser de um papel mega caro pois é importado da Inglaterra e bla bla bla… No fim ele só irá servir como bloco de notas ao lado do telefone dos seus convidados. Ele deve ter a cara do casamento, porém não precisa ser escrito à ouro!

-Hoje em dia, é muito comum fazer um “site” para orientar os convidados e também servir como RSVP. Caso você não queira gastar com isso, blogs como WordPress ou Blogger super dão conta do recado!

– Falando em RSVP junte as amigas e faça o seu sem precisar pagar para isso!

Não sei se é por causa da formação teatral, mas acho que o segredo de tudo está no IMPROVISO. Como disse em outro post, comida boa, bebida boa, músicas boas e fotos boas são essenciais para uma festa, de resto, tudo é adaptável. Uma das coisas que mais me ajudou durante esse processo foi ter CONTATOS. De pessoas que podem ajudar, de pessoas que trabalham no meio e dão descontos, de procurar procurar e procurar….

Como disse, em meio a tanto carnaval, é fácil se perder. Espero que eu consiga me fazer entender ao dizer isso: as noivas e noivos partem do princípio que o casamento “é o dia mais feliz da vida”. Deve ser, de fato, um dia extremamente feliz uma vez que precede muitos outros dias felizes que estão por vir.

Prometo que conforme for lembrando de mais dicas, vou atualizando esse post

6a00e54f9dd3a2883401156ff40405970c-800wiP1000266

board1las-vegas-wedding-vacation-packages-754691 * Na praia, no campo, no circo, em Las Vegas… All we need is love!

Anúncios

Um comentário sobre “Wedding Post Parte II – Dicas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s