Meu pé direito

Semaninha agitada essa última!

Daí que semana passada, mais precisamente quarta-feira, meu pé direito dormiu e não acordou mais. Simplesmente assim, amorteceu, e nada fazia voltar… Do peito do pé até o tornozelo. OK, achei estranho, continuei a vida e assim foi…

Quinta-feira o pé ainda dormia. Comecei a me preocupar, achar estranho, mas ainda assim coloquei um saltinho e fui trabalhar. Gente, que mico. Meu pé dormia e virava sozinho enquanto eu andava na rua. Fiquei andando que nem pata quase caindo em cima das pessoas. Teve uma mulher que ficou brava, porque ela queria passar e eu quase caí em cima dela… Que povo mais intolerante!!!!

Bom, daí fiquei preocupada mesmo, quando minha mãe disse assim:

-Filha, acho que você está com GOTA… Mas estou preocupada porque isso é coisa de quem bebe (?). Mas eu li aqui num livro (oi?) e isso é um tipo de artrite que passa sozinha…

Aí não conseguia mais trabalhar. Com a licença da minha chefe fui até o pronto-socorro. Bom, cheguei, esperei, fiquei lá, eu e minha senha, minha senha e eu e fiquei um pouco mais preocupada quando a minha mãe disse:

-Hospital? Ai não filha, com esse monte de infecção que está dando por aí em hospitais, é muito perigoso!!!

Daí fui no clínico. E gente, não sei se eu que assisti muito House na minha vida, mas o que que acontece com os médicos hoje em dia? “Tem que ver issaê!”. Ele fez uns testes neurológicos básicos (lanterninha no olho, aperto de mão, etc.) e constatou:

-Bom, pelo que vi não é nada de fundo neurológico. Até pode ser algo circulatório mas daí precisaria fazer uns exames de sangue para ver. Por enquanto acho melhor você observar e se não passar você volta. Procure tomar bastante água e fazer exercícios. O tempo está mudando também, isso pode influenciar.

What am I? Um pajé? Tipo, quando o tempo está seco o pé esquerdo amortece, quando vai chover é o direito? Fazer exercícios? Tipo o que? Marcha atlética com o pé virando?

Daí falei: “Não, eu não aceito! Quero passar no ortopedista”. Daí o médico ficou bravo. Tipo, ele não falou nada, mas eu senti o ar contrariado porque eu simplesmente não tinha acreditado naquele veredicto!

Passei no ortopedista. Um japonês. Adoro ortopedistas japoneses, são os melhores. E olha que de ortopedista eu entendo! Daí contei o que estava acontecendo e ele:

-Você é uma pessoa bem nervosa né?

-Nervosa? Não, eu não sou nervosa! Por que você está dizendo isso?

-Eu percebi… Você dorme bem?

-Durmo! Às vezes!

-É então, tô falando, você me parece uma pessoa bem nervosa…

Tá, e meu pé? O que isso quer dizer? Bom, enfim fui tirar o raio X. Saindo de lá, o moço do raio X:

-Você acordou cedo?

-Anh? Que? Não, tipo, não sei, por que?

-Porque está roxo aqui (apontando as minhas olheiras que me perseguem desde que nasci e tive anemia porque minha babá comia minha comida).

-Ah é… Não… É normal… É… Não passei corretivo ainda hoje.

WTF?* Bom, enfim, pelo raio X o médico viu que eu tinha ALGUMAS lesões no tornozelo e estava com uma inflamação. Me deu um antiiflamatório, e me indicou um especialista de pé AND de coluna.

Academia, bonafont, um calmante e creme pra olheiras não vem no pacote?

Enfim gente, tô bem. Um pouco cambaleante e usando aqueles tensores pra não ficar virando o pé… Mas que eu não estou entendendo o que passa com os profissionais de saúde desse país, de fato não entendo.

* Pra quem não sabe, WTF significa what a fuck ou, em bom e claro português, que porra é essa.

 

 

 

 

Anúncios

4 comentários sobre “Meu pé direito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s