Já pode mudar de sonho?

Tô auto ajuda hoje tá…

Então, desde pequenos somos condicionados, pelos filmes, pelas músicas, pelos nossos ídolos e (até o “lado B”) pelos nossos pais, a seguirmos os nossos sonhos e não desistirmos nunca. E crescemos assim, com um sonho, com vários sonhos que não necessariamente tem ligação entre si, e fazendo de tudo para conquistarmos aquilo.

Porém, até onde os nossos sonhos são plausíveis? Como saber qual o momento certo de parar, de mudar, pois estamos apenas dando murro em ponta de faca e não perseguindo nossos sonhos?

O momento certo depende de cada um claro, mas há algo em comum: quando a teimosia toma o lugar da vontade. Querer algo é válido. Continuar tentando apenas porque era um objetivo e você não quer parecer um perdedor é outra.

Os nossos sonhos podem mudar, mas isso ninguém conta pra gente. Você pode mudar de ideia sobre a sua profissão, sobre as suas prioridades, sobre a sua concepção de família ou de vitória. E isso não faz de você um perdedor.

O meu sonho atualmente é estar bem. De uns tempos para cá eu atingi uma serenidade (meio torta, mas ainda assim uma serenidade) que eu nunca nem imaginei que QUERIA. Isso porque por muito tempo, ser uma “ferida aberta” me agradava, apesar de não me fazer bem. Mas não estou escrevendo aqui para falar de mim…

Enfim, pode ser que você perceba em certo momento que perseguir o seu tão sonhado sonho não é mais tão legal assim. E de repente, outros sonhos, alguns que você nem tinha antes, começam a surgir. E aí? O que escolher? O sonho antigo, aquele já meio batido, que parece estar se tornando mais um pesadelo ou mudar de sonho?

Admitir (pra si mesmo antes do que pra qualquer um) que mudar de sonho é permitido, torna todo o processo de mudança (que nunca é simples) muito mais fácil, muito mais gostoso, muito mais empolgante e a frustração que tanto tememos e o sentimento de “falha” somem e passam longe.

Metas são diferentes de sonhos e eu considero metas apenas a médio prazo, assim você tem um norte, uma direção a seguir pelo próximo ano (minhas metas são trabalhadas por ano).

Eu tanto não sou uma conformista, uma acomodada, que continuo questionando tanto quanto questionava na adolescência e justamente por isso que resolvi rebater essa ideia de “É… Fulano é frustrado porque não conseguiu realizar seu sonho”.

Resumindo, se eu tivesse que dar um “consejo de amiga” pra alguém diria: saber insistir é ótimo e saber quando parar é melhor ainda.

Besos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s