Uma última palavra sobre o Dia Internacional da Mulher

Hoje uma amiga querida disse que não acreditava que eu não ia postar nada sobre e existência do Dia das Mulheres ser ridículo. Aí eu disse que não, pq apesar de já ter achado a data “besta”, hoje não acho mais. Explico: por alguns dias no começo da gestação, por conta de um ultrassom ainda incerto, achei que teria uma filhA. Isso me preocupou mais do que pensei.
Percebi que o mundo ainda é bem injusto com as mulheres, que existem varias peças fora do lugar que EU talvez tenha me acostumado, mas não queria que a minha filha se acostumasse. Que as revistas femininas desde as direcionadas para adolescentes, ainda publicam matérias sobre como a menina deve se portar perante o mundo para conquistar um garoto. Que quase tudo leva à insegurança. Que ainda olham mulheres solteiras ou “desquitadas” com uma certa estranheza. Que ainda acham que se uma mulher foi estuprada a culpa foi dela por estar usando uma roupa “curta”. Que mulheres ainda ganham menos que homens. Que médicOS cirurgiões são mais bem aceitos que médicas. Que a escolha de não ter filhos ainda é uma afronta para a maior parte das pessoas. Que o feminismo é muitas vezes reduzido a “querem direitos iguais mas não querem rachar a conta do motel”.
Para mulheres como eu, brancas, casadas, que vivem em uma grande metrópole e fazem parte de uma determinada classe social, ficaria muito fácil falar que o Dia da Mulher é uma besteira. Mas acho que é importante para lembrar que NÃO, ainda NÃO está tudo bem e que, não há muito tempo, muita gente se ferrou para que hoje eu pudesse ter esse blog, escrever o que quiser e assinar com meu nome. E que ainda existem MUITAS mulheres que não podem falar o que querem sem ter suas bocas fechadas seja pela violência física ou psicológia, ou simplesmente, porque o mundo não as respeita.
Há muitas coisas nas entrelinhas da sociedade com relação as mulheres que vão além da ditadura da beleza.
Vamos acompanhar.
Feliz Dia Internacional da Mulher para todas as mulheres e homens que respeitam uns aos outros.
P.S: Depois descobri que terei um filhO e isso também me preocupou. Além de todos os motivos óbvios, não quero passar para ele a herança machista que existe, ainda que em menor volume, em quase todas nós.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Uma última palavra sobre o Dia Internacional da Mulher

  1. Quer saber de uma coisa?
    Ultimamente, você tem sido a melhor escritora que eu já li.
    Sabe traduzir em palavras aquilo que a gente pensa mas não sabe nem como começar a dizer.
    Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s