À espera de Bruno

Bom, que eu tenho um filho já falei aqui. Agora, Luiz Gustavo (aquele da carta) está com dois anos e pouquinho e vai ganhar um irmãozinho! Estou grávida de 6 meses de outro menino, o Bruno. Dizem que nenhum filho é igual ao outro, e da mesma forma nenhuma gestação é. Por enquanto, o que percebi é

  • A gravidez não é igual. Para mim, está melhor.

Fisicamente estou melhor. Na gestação do Gu tive diabetes gestacional (que não foi de todo ruim porque engordei na medida e fiquei no “shape”) e por enquanto não tenho. Fiquei mais “desleixada” porque não me cobro tanto em parecer bem, em forma e ser a versão brasileira da princesa Kate.

  • A gravidez passa mais rápido

Não tenho tanto tempo para escolher a cor do quarto (porque na realidade só vou fazer adaptações), organizar o chá, pensar na “linha da barriga” ou se meu umbigo vai saltar. Já estou grávida de 6 meses e quase não vi esse tempo passar…

  • Um dos motivos que eu queria ficar grávida novamente era justamente para poder curtir. Passar os 9 meses sem ter que ouvir “aproveita para dormir” ou me importar se falam do tamanho da minha barriga ou que quer que seja, é sensacional. Eu sou apenas grávida e feliz, leve e ligando um grade foda-se para o mundo.

  • A barriga cresce mais rápido e fica maior (mas talvez seja impressão porque eu estou mais gorda).

  • Se por um lado me permito mais (comer, descansar, dar patadas), é claro que meu primeiro filho não entende bem essa dinâmica. Exemplo: uma amiga viajou e o médico disse que depois que ela tirasse a meia de compressão, deveria ficar por 1 hora com as pernas para cima. Pra mim, como sempre viajamos com o pequeno, é inviável.

Ainda assim, aposto minhas fichas em fazer novamente o que fiz e deu certo e me emociono com cada presentinho, com cada “chute” que o bebê dá e não me aguento quando imagino a sensação de tê-lo em meus braços.

Resumindo, é como eu disse esses dias nas redes sociais:

Primeira gravidez = seu ideal é chegar o mais próximo possível do estilo “princesa” Kate. Não engorda muito, faz dieta, se mantém elegante, compra roupas de gravida, tenta controlar os hormônios e o inchaço.

Segunda gravidez = Bussunda de ressaca.

Top of Form

Bottom of Form

11134195_10205632319103080_1402838118_n

Anúncios

Novo blog para as mamães (e papais) no ar!

Pessoal,

Como já disse aqui, eu sofri lavagem cerebral desde que virei mãe. Pensei em fazer uma “série especial” aqui no Consejo, mas não é o foco e nem o público, por isso, a convite de uma amiga-mãe, fundamos o Colcha de Retalhos.

Lá, 3 mães com filhos em idades diferentes, falam sobre o dia a dia, os questionamentos, a educação dos seus pequenos e dividem experiências. Quem tiver interesse, vai lá:

http://colcharetalho.wordpress.com/

O Consejo não vai deixar de existir, só vai continuar com o foco inicial: um blog pessoal bem humorado.

Beijosssss e vejo vocês no Colcha!